top of page

Professor da rede estadual do Amazonas celebra conquista de prêmio nacional de educação

Especial LED, da Rede Globo, premiou projeto desenvolvido pelo educador, Rosenilson Gama, na Escola Estadual Professora Maria Belém, em Barreirinha 



O projeto educacional “Prática de Campo: Sonhos e Possibilidades”, desenvolvido na Escola Estadual Professora Maria Belém, no município de Barreirinha (distante 331 quilômetro de Manaus), foi um dos grandes contemplados no Prêmio LED 2023, promovido pela Rede Globo e a Fundação Roberto Marinho. O anúncio dos vencedores ocorreu na noite desta quarta-feira (26/04), durante o programa “Especial LED”, exibido no horário nobre da tv aberta. 

Idealizador do projeto na escola, o professor Rosenilson Gama representou o Amazonas na premiação. Apadrinhado pela atriz Dira Paes e por Tukumã Pataxó, influenciador indígena, o projeto concorreu com mais de 2 mil iniciativas inscritas e chegou à final entre os nove super finalistas. Seis projetos foram premiados em três categorias distintas: Educadores, Estudantes e Empreendedores/Organizações. 


Em Barreirinha, na noite de quarta-feira, o clima foi de festa, mesmo antes da exibição do programa. Um telão foi montado em frente à escola e reuniu alunos, professores, profissionais da educação e a população local em uma noite de apresentações culturais e muita apreensão pelo resultado. 


Comandado pela apresentadora Regina Casé, o Especial LED contou com participação e avaliação de artistas renomados integrando o júri. A conquista do professor Rosenilson foi anunciada pela especialista em educação Wesla Monteiro. O prêmio garantiu R$ 200 mil para cada vencedor.


“Estou mega feliz pela conquista e em poder falar para os meus alunos que seus sonhos são possíveis sim”, declarou o professor durante a premiação, seguido de aplausos do público. 


Sobre o professor 


Rosenilson Souza da Gama, 42 anos, nasceu na comunidade rural São Raimundo do Canarinho, em Barreirinha. Filho de agricultores, tem sete irmãos e é o único da família com curso superior. O amazonense precisou encarar muitas dificuldades para concluir os estudos e não desistiu, por enxergar a educação como a única maneira de sair de um ciclo de pobreza. 

Hoje, estimula os jovens a trilharem o mesmo caminho. Como professor de Geografia, criou o projeto “Prática de campo: Sonhos e Possibilidades” em 2012, na Escola Estadual Professora Maria Belém, na periferia de Barreirinha. Com atividades ao ar livre, a iniciativa favorece a interação e socialização dos estudantes, fazendo com que alunos indígenas, quilombolas e ribeirinhos, foco do projeto, não desistam de estudar, promovendo a quebra de  barreiras de comunicação e socialização, por exemplo.

0 comentário

コメント


bottom of page