top of page

PMAM apreende mais de 21 toneladas de entorpecentes em 2023

As apreensões registraram um aumento de 30,4% no comparativo com 2022


 

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) apreendeu 21,7 toneladas de entorpecentes de janeiro a dezembro de 2023. O número representa um aumento de 30,4% no comparativo com o mesmo período de 2022, quando a instituição apreendeu 16,6 toneladas. Os dados são do Centro Integrado de Estatística de Segurança Pública (Ciesp), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).


 

Além do número registrado em grandes ocorrências, a PMAM ainda apreendeu cerca de 75 mil trouxinhas em ações na capital e interior do Amazonas, registrando um aumento de 78,2% em comparação com o mesmo período de 2022, quando foram apreendidas 42 mil trouxinhas de entorpecentes.

 

De acordo com o comandante-geral da PMAM, coronel Klinger Paiva, o resultado é fruto das ações da tropa para o combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas.

 

“Estamos intensificando cada vez mais as nossas operações e patrulhamentos, aliados a informações e denúncias recebidas, para interceptarmos grandes carregamentos de entorpecentes, tanto em ações em Manaus quanto em municípios do interior. O nosso compromisso é atuar para trazer segurança para a população e inibir atitudes ilícitas e criminosas”, afirmou o coronel Klinger.

 

As apreensões registradas durante 2023 foram de diversos tipos de drogas, a maioria de maconha, maconha tipo skunk e cocaína. No dia 11 de dezembro, a Companhia de Operações Especiais (COE) da PMAM, em operação conjunta com o 9° Batalhão de Polícia Militar (BPM) e Delegacia de Repressão a Drogas da Polícia Federal (DRE/PF), apreendeu uma tonelada de cocaína no rio Solimões, nas proximidades do município de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), o que representou a segunda maior apreensão de cocaína da história do Amazonas.

 

O mês de maior destaque para a PMAM em ações de combate ao tráfico e narcotráfico de drogas foi em novembro, quando as unidades da Polícia Militar do Amazonas apreenderam mais de 4,8 toneladas em ações em Manaus, Novo Airão, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e Japurá (distantes 115, 630, 852 e 744 quilômetros da capital amazonense).

 

Atuação das especializadas e operações integradas

 

O comandante-geral da PMAM, coronel Klinger Paiva, destaca a atuação das unidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE), que atuam em operações da corporação e no apoio a outras instituições.

 

“A Base Arpão e as Operações Hórus e Paz, que estão sendo deflagradas no interior, têm a participação efetiva de unidades como a Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), que com a atuação dos policiais militares e dos agentes caninos estão sendo responsáveis por grandes apreensões em embarcações e em áreas de difícil acesso”.

 

Além do CIPCães, o coronel Klinger ainda reforçou a atuação da COE em ações integradas com a PF, Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “A COE, assim como as Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), participaram de grandes operações que resultaram em números expressivos na apreensão de drogas. Todos os esforços estão voltados para avançarmos no objetivo de tirar de circulação esses materiais ilícitos”, reforçou o comandante-geral.

0 comentário

Comments


bottom of page