Vigilância: Saúde divulga nota técnica com orientações sobre Hepatite aguda de etiologia a esclarece

Nota técnica visa elucidar os aspectos fundamentais para as Vigilâncias Epidemiológicas e Laboratorial


#nahora

Para orientar os profissionais de saúde do Amazonas, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas –Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) em conjunto com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), divulgou, nesta terça-feira (24/05), nota técnica sobre as ações de Vigilância da Hepatite aguda de etiologia a esclarecer. O documento está disponível em: https://bit.ly/3sQtNiU.



A nota técnica visa esclarecer os aspectos fundamentais para as Vigilâncias Epidemiológicas e Laboratorial na definição e investigação dos casos suspeitos, dos fluxos de notificação e dos exames laboratoriais necessários de hepatite aguda de etiologia a esclarecer.


O diretor técnico da FVS-RCP, Daniel Barros, destaca que todos os casos suspeitos, que atendem às definições do Ministério da Saúde, devem ser notificados pelo serviço de saúde em até 24h. “Mesmo o Amazonas não tendo casos de hepatite aguda de etiologia a esclarecer, é importante que os profissionais de saúde fiquem atentos para as definições de casos, conforme estabelecido na nota”, ressalta Daniel.


Ainda segundo o diretor técnico, a nota técnica da FVS-RCP em conjunto com a SES-AM, orienta os profissionais para possíveis confirmações de casos no estado do Amazonas. “Na nota, temos a principais definições para diagnosticar essa doença e procedimentos que devem ser seguidos, conforme orientações do Ministério da Saúde”, acrescenta Daniel.


Hepatite

O Reino Unido notificou, à Organização mundial da Saúde (OMS), sobre 10 casos de hepatite aguda grave de etiologia esclarecer em crianças menores de 10 anos previamente saudáveis na Escócia, no dia 5 de abril deste ano.


Em 15 de maio deste ano, 429 casos prováveis de hepatite aguda de etiologia a esclarecer foram notificados em 22 países, em crianças menores de 17 anos. Destes, 26 necessitam de transplante hepático. Todos foram negativos para Hepatites Virais A, B, C, D e E. A etiologia ainda está em investigação.


Referência

A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os números para contato são (92) 3182-8550 e 3182-8551.

0 comentário