Vereadores não comparecem e sessão que discutiria suposta fraude na lista das casas é adiada

Dos 15 vereadores, apenas 7 compareceram à sessão desta quarta-feira (30), frustando a participação dos moradores na tribuna da câmara.


#nahora

Por Érisson Araújo


Se não bastasse o sofrimento de terem o sonho da casa própria ceifado, na manhã desta quarta-feira (30), as famílias lesadas viveram mais um momento de frustração, já que a maior parte dos vereadores de Manacapuru não compareceu para a sessão que iria colocar em discussão as supostas fraudes na escolha dos beneficiários do Residencial Manacapuru.

Oito vereadores resolveram faltar ao trabalho justamente no dia em que as famílias foram até a “Casa do Povo” para cobrar explicações sobre a irregularidades no processo de escolha das famílias beneficiadas. Os faltosos foram, Vereador Pedro Henrique Palmeira que minutos antes da sessão inicia postou nas suas redes sociais que estaria indo para a Zona Rural, sem dar explicações sobre qual atividade parlamentar iria exercer na viajem.


Foto: Reprodução facebook

Faltaram ainda os seguintes vereadores:

Dr. Leo, Júnior Di Paula, Francisca Coroca, Sergio Ferreira, Valciléia Flores, Paulinho Teixeira e Isabel Marinho, esta última justificou sua ausência à Câmara Municipal, a alegando estar em luto por um familiar.


Compareceram, portanto, os seguintes vereadores:

Jeferson Sassá, Thuco Benício, Lindinês Leite, Alex Bezerra, Robson Nogueira, Francisco Coelho e Charlinhos.



As famílias que compareceram ao local destacaram a falta de respeito por parte dos vereadores faltosos.

“Essa aqui é a casa do povo, era para sermos ouvidos aqui, mas a maioria dos vereadores fugiu, cadê, será que vão pelo menos descontar do salário deles essa falta, porque quando faltamos do trabalho temos descontos”. Ressaltou Dhiemes Rocha.

Seu Ivan Silva, lamentou o fato de não terem sido ouvidos.

“Nós chegamos aqui cedo, precisamos de uma solução para essa fraude, essa pouca vergonha que estão fazendo com a gente, tem gente que não precisa, tem gente que nem aqui mora, tem cinco pessoas da família de uma funcionária, e eu que preciso fiquei fora da lista”. Disse.

Publicidade



Sobre a falta de quórum, o Vereador Jéferson Sassá, presidente da Câmara, disse que irá aguardar a justificativa dos faltosos para que ações sejam tomadas. Em relação as famílias, o presidente afirmou, que na próxima segunda-feira (04), o Câmara voltará a colocar em pauta esta situação para que os problemas apresentados e assim o Poder Legislativo possa levar a denúncia até a justiça.

0 comentário