top of page

Vídeo | Autoridades policiais afirmam que vídeo de agressão contra criança não é em Manacapuru

O vídeo começou a circular em grupos de WhatsApp desde o último domingo (23), junto com um áudio dizendo que as agressões teriam ocorrido na cidade.



Autoridades policiais e conselheiros tutelares, negam que vídeo que circula em grupos de WhatsApp, desde o último domingo (23), seja em Manacapuru.



As cenas fortes mostram uma mulher aprendido de forma violenta uma criança, aparentando ter entre 2 a 3 anos, o vídeo ganhou repercussão em Manacapuru, porque estava sendo compartilhado junto com um áudio, a qual q pessoa afirma que  as agressões ocorreram na cidade.


Atenção: Cenas fortes e pode causar gatilhos!




Mas, nossa equipe procurou as autoridades policiais e os órgãos de defesa e proteção a crianças e adolescentes, que afirmam que nada oficialmente foi registrado sobre o vídeo em questão.


“Não há indícios que seja em Manacapuru, ao menos ninguém procurou a delegacia para denunciar de forma oficial, ja realizamos diligências para apurar e nenhum indício foi encontrado que aponte que o caso tenha sido na cidade, inclusive hoje, começou a rolar um vídeo onde mostra a suposta autora, sendo agredida, mas também não é Manacapuru. Não existe nenhuma confirmação que seja aqui o fato criminoso”. Destacou Gilmara Batista, chefe de Polícia da DEP Manacapuru

Nossa equipe falou também com a conselheira tutelar Milca Ruiz, que também afirmou  que ninguém procurou o órgão para denunciar o caso, é que com a experiência que tem nesse tipo de situação, não há indícios que o crime tenha ocorrido em Manacapuru.


Apesar das cenas não terem sido gravadas em Manacapuru, as gravidades das agressões causou revolta em todos que tiveram acesso ao vídeo! Se alguém conseguir identificar a agressora na sua cidade, avise com urgência a autoridade policial.


Atenção: Cenas fortes e pode causar gatilhos!



0 comentário

Comments


bottom of page