Trinta clubes amazonenses vão disputar competições com patrocínio histórico do Governo do Estado


Valor de R$ 5 milhões é o maior investimento em patrocínio esportivo para clubes de futebol realizado pelo Estado


#nahora

Futebol masculino e feminino. Competições nacionais e estaduais. O patrocínio histórico anunciado pelo governador Wilson Lima para o futebol amazonense vai garantir a participação de 30 clubes em pelo menos 14 competições esportivas do calendário de 2022. Ao todo, estão sendo destinados R$ 5 milhões para apoiar os times de futebol, o maior volume de recursos de todos os tempos.


O anúncio do patrocínio deste ano também representa uma mudança radical na forma de apoiar o futebol amazonense. Gestões anteriores apoiavam apenas clubes de maior destaque, deixando desguarnecidos os menores, o futebol feminino e os times de base.

Dos 30 times que vão receber apoio, 22 são masculinos e 8 femininos. Juntos, esses clubes participam de competições do Campeonato Amazonense A e B, Copa do Brasil, Copa Verde, Campeonato Brasileiro Feminino A2 e A3, Campeonato Brasileiro C e D, Campeonato Amazonense Feminino. As equipes dos campeonatos de base Sub-09, Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-19 também serão contempladas através de patrocínio aos campeonatos.

Entre 2015 e 2018, os times ficaram sem qualquer tipo de apoio. De acordo com o diretor-presidente da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), Jorge Oliveira, os clubes perderam receitas por conta da pandemia de Covid-19. O patrocínio do Governo do Estado significa dar um fôlego para os atletas e campeonatos amazonenses.

“Não é fácil manter um clube, salários em dia, estrutura, nutricionista, fisioterapeutas, enfim, toda uma estrutura para que esses clubes possam desenvolver o futebol de alto rendimento. Com certeza esse será um aporte muito significativo para os clubes, porque o governo investe não só no alto rendimento para os clubes de futebol, mas também nós vamos fomentar todos os campeonatos de base”.


Avanços

A vice-presidente do Atlético Clipper Clube, Joana Dantas, destaca que o patrocínio destinado ajuda a garantir a vida dos clubes.

“Você consegue contratar jogadores com mais excelência, que são jogadores que têm uma folha maior, você consegue dar essa estrutura, porque a gente sabe que o patrocínio aqui no Amazonas é muito difícil. Nós não temos esse incentivo. Você consegue fazer essa logística melhor, e isso afeta diretamente na vida dos jogadores”.


Jogadora do JC FC de Itacoatiara, Tayná Gabrielle, de 18 anos, afirma que muitas atletas vêm de famílias de baixa renda, e as dificuldades para se firmar no mercado são ainda maiores sem investimentos. Para ela, o recurso é um incentivo ao esporte e ao sonho de muitas mulheres.

“Como é um time do interior e um time novo, é um time que não tem muita estrutura. Com a bolsa, com a ajuda do governo, isso já ajuda bastante o time a poder crescer ,porque é a única coisa que a gente quer. Só futebol, sem o apoio, muitas vezes a gente não consegue”.


Patrocínio histórico

O governador Wilson Lima anunciou um patrocínio histórico para o futebol amazonense. O Governo do Amazonas, por meio da Faar, repassará R$ 5 milhões aos times de futebol masculino e feminino do estado pela Federação Amazonense de Futebol (FAF).

O incentivo vai beneficiar as competições da base ao profissional, em níveis locais, regionais e nacionais. Entre os contemplados estão o Campeonato Amazonense das Séries A e B, além do feminino; todas as seis competições de categorias de base; e um reforço financeiro para as equipes que representam o Amazonas nas disputas regionais e nacionais: Manaus FC, Amazonas FC, São Raimundo, Iranduba, JC e o 3B da Amazônia.

0 comentário