top of page

Terceiro envolvido na morte do Jacó se entrega para Polícia e confessa ter dado as facadas na vítima

Andrey Souza da Gama (18), é apontado pelas investigações como um dos executores do plano que matou Jacó Pinheiro Araújo (27), que foi assassinado no Ramal do Chigão, KM 25 da AM 352.



Na manhã desta quinta-feira (14), o terceiro e ultimo envolvido no assassinato do agricultor Jacó Pinheiro Araújo (27), que foi morto a facadas e teve o pescoço cortado, no dia 04 de Janeiro de 2021, no Ramal do Chicão, KM 25 da Rodovia Manoel Urbano.


Segundo informações da Polícia Civil, Andrey Souza da Gama (18), é apontado como um dos executores contratados por France Daik Sinfronio Batista (37), para executar Jacó. A motivação do crime, uma dívida pela venda de carvão que não havia sido paga pela vítima à France Daik que é conhecido na comunidade como Dadá.


"Por conta dessa dívida de carvão, esse France Daik, chamou o Emerson e o Andrey e ofereceu a eles o valor de 2 mil reais para eles matarem o Jacó, então, na noite do dia 04, a dupla foi até a casa da vítima, chamara ele para uma emboscada e desferiram várias facadas pelo corpo, inclusive com a ocorrência de esgorjamento (pescoço cortado). Inicialmente eles tentaram atirar contra a vítima mas a arma caseira falhou então resolveram matar ele a facadas, inclusive mediante a tortura". Disse Rodrigo Tores, delegado de Manacapuru.

Um dia após o crime, o primeiro envolvido já havia sido preso, trata-se de Emerson Almeida de Araújo (20), apontado como executor. Na manhã desta quarta-feira (13), foi a vez de Dadá apontado como o mandante ser preso na Comunidade da Sharp em Manaus onde estava escondido desde o dia posterior ao crime. E na manhã de hoje, Andrey se entregou na Delegacia de Manacapuru na presença de um advogado.




"Ele confessou o crime e tornou inclusive mais robusto todo o processo já apurado sobre esse crime, deu detalhes de como agiram, inclusive confessou ter desferido três facadas contra a vítima, mas que as demais facadas e o esgorjamento foram cometidos pelo Emerson, confirmou ainda ter sido o France Daik, o mentor da oferta do crime, com isso a gente fecha esse caso". Ressaltou Torres.

O trio segue preso na carceragem da Delegacia de Manacapuru onde vai permanecer a disposição do Poder Judiciário.


Entenda o caso



Jacó Pinheiro vítima de homicídio


0 comentário

Comments


bottom of page