“Tentei ser forte lutei contra a depressão mas agora fui vencido”. Disse homem antes de tirar a vida

Coc como era conhecido, era vendedor da TV Lar em Manacapuru.


#nahora


A silenciosa doença que te mata por dentro aos poucos com poucos sintomas, mas que externamente pode levar a vida de uma só vez, essa é a depressão, que tanto têm ceifado vidas.


Nesse ano de dificuldades extremas, ela surgiu mais forte, matando a vontade de viver de muitas pessoas, no início da noite desta quarta-feira (23), o registro da última vítima em Manacapuru, Claudinei Cabral (47), que chegou a escrever uma frase se despedindo, e publicou em seus stores das redes sociais.


“Tentei ser forte lutei contra a depressão mas agora fui vencido, amo todos vocês meus irmãos”. publicou!

Coc como era conhecido em Manacapuru, cidade onde morava, era vendedor de uma loja de eletrodomésticos no Centro da cidade, era tido pelos amigos e clientes como alguém educado, atencioso e ótimo profissional, mas ao que tudo indica, ele travava uma batalha diária consigo mesmo, buscando motivação para continuar a viver, lutando dia a dia contra a depressão. Até chegar o fim, o estalo final, e a coragem para abandonar a vida.


Certamente ele não queria acabar com a própria vida, queria tão só acabar com a dor que lhe sufocava, com o vazio que tomava conta de seu ser, mas a morte não é o fim só de uma dor, ela é fim de tudo, é o apagar das luzes para sempre.


Talvez o recado maior foi dado, para que estejamos vigilantes, firmes e prontos para amar e apoiar o outro, abraçar suas dores e buscar ajuda para curar aquelas dores invisíveis que maltratam no silêncio, que matam aos poucos.

0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Na Hora Fatos Portal de Notícias - Editor-chefe: Érisson Araújo