Réu confesso de estupro é posto em liberdade por excesso de prazo para julgamento.

Mototaxista estuprou em março de 2019, uma menor, aluna do Colégio Militar.


#nahora

Por Gustavo Araújo


O réu confesso Ernane Afonso de Queiroz (32), que estuprou em março de 2019, uma estudante de 15 anos, aluna do Colégio Militar, foi posto em liberdade no início de julho, após exceder o prazo para o julgamento do caso.


O homem foi preso em flagrante após cometer esse crime, onde o mesmo aproveitando da profissão e pegou a menor para levar até a escola, mas desviou o caminho em direção ao Bairro Monte Cristo, e em uma área de mata, cometeu o estupro e ainda ameaçou a vítima.


Na época da prisão o homem confessou o crime (Veja o vídeo)


Após ser preso, ele foi encaminhado para um presídio em Manaus onde ficou até o início de julho, quando teve a prisão relaxada após ação movida pela defesa alegando excesso de prazo para o julgamento do caso.


Outras vítimas

Após a repercussão do caso, outras mulheres procuraram a Delegacia de Manacapuru para relatar que foram vítimas do estuprador, inclusive outros inquéritos foram concluídos e encaminhados a Justiça.


Sociedade com medo

Moradores do Residencial Manacapuru afirmam terem visto esse suspeito no local, inclusive seguranças particular confirmaram aos moradores que flagraram Ernane tentando entrar em uma das casas do Residencial, e ao avistar os seguranças, ele fugiu por uma área de mata.


Acompanhe a repercussão desse caso na época

MENINA DE 15 ANOS É ESTUPRADA POR SUPOSTO MOTOTAXISTA EM MANACAPURU


SUSPEITO DE ESTUPRAR ESTUDANTE FOI PRESO EM MANACAPURU


OUTRAS VÍTIMAS DO ESTUPRADOR PROCURAM A DELEGACIA PARA DENUNCIAR ABUSOS


Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Na Hora Fatos Portal de Notícias - Editor-chefe: Érisson Araújo