Projeto RespirAR realiza atendimentos no município de Barreirinha

Convite foi realizado pela prefeitura local, para comemorar os 141 anos da cidade

#nahora


Em alusão aos 141 anos de Barreirinha (a 331 quilômetros da capital), celebrados na quinta-feira (09/06), o RespirAR foi convidado para prestigiar e apresentar o seu trabalho no município. O projeto referência em tratamento pós-Covid-19, que já recebeu visita da Organização Mundial da Saúde (OMS), é coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).


“Foi um trabalho gratificante o que os profissionais do RespirAR realizaram em Barreirinha. Todos foram muito bem recebidos pela população local e conseguiram mostrar o trabalho, que vem sendo referência nacional e internacional no combate às sequelas pós-Covid-19”, disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

A paciente dona Raimundo Célia, de 70 anos, relatou que contraiu Covid-19 na primeira onda e realizou tratamento em casa. Ainda com dores no corpo, a idosa realizou algumas sessões de fisioterapia e o resultado foi positivo. “Fui bem atendida pelos profissionais do RespirAR. Para alguém na minha idade e que passou por todos esses problemas na pandemia, contar com esse tipo de suporte é muito importante”, afirmou dona Raimunda.

Além da apresentação do projeto, que contou com um trabalho de divulgação, foram realizados atendimentos com profissionais de fisioterapia e educação física para pacientes pós-covid e que apresentavam outras síndromes respiratórias. A visita ao município ainda teve uma aula de ritmo com alunos e pacientes que estavam presentes.

Até o mês de maio deste ano, o RespirAR realizou mais de 100 mil atendimentos. Atualmente o projeto conta com um quadro de 70 fisioterapeutas, 25 profissionais de educação física, 53 estagiários, 12 gestores, seis auxiliares administrativos e oito técnicos de enfermagem.



0 comentário