Polícia Civil prende três pessoas, sendo duas mulheres por com o tráfico de drogas em Manacapuru

Trio estava em posse de aproximadamente quatro quilos de cocaína, além de balança de precisão e prensa utilizada na confecção dos tabletes de droga.


#nahora


A Polícia Civil de Manacapuru, realizou a prisão de três pessoas, por envolvimento com tráfico de drogas, no Conjunto Eduardo Braga I, Bairro de Terra Preta. De acordo com o delegado Rodrigo Torres, titular da DIP da cidade, localizada no interior do Amazonas, ação policial foi motivada após denúncias que gerou um processo de investigação que identificou que o local era utilizado como boca de fumo do tráfico de drogas.



"O local já é considerado uma área vermelha, pela prática do crime de tráfico de drogas na região, as três pessoas presas, todas possuem passagens pela polícia e respondem a processos criminais, pela prática de tráfico de drogas, furto, roubo e tentativa de homicídio, todos tem históricos de cometimentos de crimes, e na ocasião, após termos certeza que haveria drogas na residencia, realizamos então o adentramento, e lá foram encontradas três tabletes, e mais algumas porções que juntas totalizam quase 4 quilos de cloridrato de cocaína". Disse Torres


Os presos foram identificados como Cristiano Borges Rodrigues, vulgo Pit-Bull (41), que já foi preso por tentativa de homicídio, tráfico e porte ilegal de arma de fogo, Alcilene Lima de Souza (34), que já responde por tráfico de drogas e Elaine Pamela de Souza Martins (26), que tem passagens por tráfico de furto. O trio foi conduzido para a Delegacia de Manacapuru, onde foi atuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.


Publicidade


"Com o trio nós encontramos além da droga, balança de precisão, e uma prensa juntamente com uma forma para fazer o tijolo da droga, um dos presos confessou, que ele fazia esse serviço aí de prensar droga e embalar para revenda, e nesse sentido todos foram trazidos para a delegacia onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico". Finalizou Torres

0 comentário