top of page

Polícia Civil prende monstro de Coarí, homem que matou a paulada a namorada grávida de oito meses

Bebê não resistiu e também morreu, suspeitos responderá por feminicídio e aborto.



 

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), prendeu, em flagrante, nesta segunda-feira (30/01), por volta das 13h, Dorisvaldo da Silva Mota, 25, pelos crimes de feminicídio e aborto cometidos contra sua companheira, Renata Costa da Silva, de 26 anos, que estava grávida de oito meses. O fato aconteceu na madrugada de domingo (29/01), por volta das 2h, na Aldeia Menino Deus do Carapanatuba, distante três horas da sede do município.

 


Segundo o delegado José Barradas, titular da unidade policial, as diligências iniciaram logo após um Boletim de Ocorrência (BO) ter sido registrado na delegacia, informando sobre o feminicídio da vítima. Com base nisso, foi acionado apoio de agentes da Base Arpão, Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) e Defesa Civil, que se deslocaram à aldeia.

 

“Ao chegarmos ao local encontramos o corpo da vítima. Ela estava grávida e foi localizada com vários hematomas e um corte na cabeça. Foi possível constatar que ela foi morta a pauladas após uma luta corporal com o autor”, explicou Barradas.

 


Conforme a autoridade policial, durante o recolhimento do corpo, Dorival compareceu ao local juntamente com o seu pai e se entregou, pois sabia que estava sendo procurado pelo ocorrido. “Ele foi autuado em flagrante e levado à delegacia”, informou.

 

Procedimentos

 

Dorisvaldo responderá pelos crimes de homicídio e aborto. Ele será encaminhado à audiência de custódia, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

FOTOS: Divulgação/PC-AM.

0 comentário

Comments


bottom of page