Polícia Civil de Manacapuru prende acusado pela morte do jovem Jardel Oliveira (20).

Crime aconteceu em junho de 2018 e desde então Iago Menezes (28), estava foragido até ser capturado por policiais de Manacapuru.


#nahora

Por Érisson Araújo


A Delegacia de Polícia Civil de Manacapuru, com o apoio do Grupo FERA, prendeu na manhã desta segunda-feira (27), no Bairro Novo Israel, Zona Note de Manaus, Iago Menezes Mesquita (28), é acusado de matar o jovem Jardel Pimentel Oliveira, que na época do crime tinha apenas 20 anos de idade.



O crime aconteceu no dia 07 de junho de 2018, e teria sido motivado por uma briga passional, Iago por não aceitar o fim do relacionamento assassinou Jardel que estava namorando com a ex-namorada do suspeito.


"Conseguimos descobrir o paradeiro do autor desse crime, tínhamos informações que ele estava no Pará, ele sempre estava em movimentação o que dificultou um pouco o trabalho da polícia, e neste fim de semana, ele resolveu voltar à Manaus, e após três dias de campana conseguimos identificar seu paradeiro e hoje cumprimos o mandado de prisão contra ele, que já esta preso e ficará a disposição da justiça". Disse o Rodrigo Torres, delegado de Manacapuru.

Ainda de acordo com o Delegado Rodrigo Torres, a Polícia Civil tem trabalhado para elucidar os crimes da cidade.


"Nós queremos dizer a população que muito obrigado por acreditarem no trabalho da polícia, dizer ainda que nós estamos sempre atuando, não abandonamos os casos e vamos até o fim, as vezes pode demorar um dia, um mês, um ano, ou o tempo necessário mas nós sempre vamos em busca de resolver e solucionar os crimes cometidos na cidade". Finalizou Torres.

Para a família, após quase dois anos do crime, resta o desejo de justiça.


"Ele mantou o meu filho sem motivo nenhum, até hoje quando desço essas escadas lembro do meu filho morrendo aqui, que a justiça fala ele pagar pelo crime que ele cometeu, não só ele mas todos os envolvidos porque não foi só ele quem fez isso, ele teve ajuda e nós vamos continuar lutando por justiça, porque meu filho não tinha inimigo, era um jovem bom, que não fazia mal para ninguém, e esse cara acabou com a vida do meu filho, com a vida de uma família inteira, atirou meu filho pelas costas, nós queremos justiça". Disse Alfires Oliveira


Entenda o crime

Jardel Pimentel Oliveira (20), morreu ao dar entrada no Hospital Geral Lázaro Reis por volta das 13 horas, desta quinta-feira (7), o jovem foi vítima de arma fogo, os disparos teriam sido cometido por um homem que supostamente seria o ex da atual namorada da vítima. Segundo testemunhas o jovem estava em frente de casa, que fica nas proximidades do posto de saúde do Bairro União, quando um carro branco, de placa vermelha, parou na frente da residência da vítima, então, um homem saiu do veículo e efetuou dois disparos que atingiram as costas de Jardel. O jovem foi socorrido por um policial militar que passou pelo local, logo após o crime, que o levou para o hospital onde recebeu os primeiros socorros mas não resistiu aos ferimentos e morreu poucos minutos após da entrada na unidade hospitalar. O suspeito de ter cometido os disparos já foi identificado, e de acordo com a Policia Militar um cerco foi montado para tentar captura-lo, ainda segundo a polícia, o motivo do assassinato, seria supostamente porque o suspeito não aceitava o fim do relacionamento, e ao descobrir que a ex-namorada estaria namorando com Jardel, teria então cometido o crime.




0 comentário