Pelci: Envira torna-se 5° polo do projeto que fomenta esporte de base na capital e no interior

As 200 crianças e jovens matriculadas no município estão inseridas nas modalidades de futebol, futsal, vôlei, futevôlei e jiu-jitsu

#nahora


O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), anunciou o município de Envira (distante a 1.209 quilômetros), como o 5° polo do Projeto Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci). Ao todo, 200 crianças e jovens estão matriculados no projeto, que oferece as modalidades de futebol, futsal, vôlei, futevôlei e jiu-jitsu.


O anúncio aconteceu no Ginásio Antônio José Aranha, popularmente conhecido como "Zé Aranha" pela população local.

"Depois de São Gabriel, Tabatinga, Codajás e Humaitá, chega a vez de Envira, aqui na calha do Juruá. Então, para nós é motivo de satisfação esse projeto, que foi lançado pelo governador Wilson Lima e já tomou conta de todo estado do Amazonas. Pois sabemos que investir em projetos socioesportivos é investir em segurança pública no futuro", disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

Ao todo, foram entregues materiais esportivos para todas as modalidades, como bolas de futebol, vôlei, apitos, cartões e cones. Só no jiu-jitsu, foram 40 quimonos e 36 placas de tatames para fomentar um dos esportes que mais forma campeões no estado.

"A chegada do Pelci à Envira é um sonho realizado pelo governador Wilson Lima, a gente é grato por isso. O projeto é de grande valia e estamos felizes, pois iremos ajudar a tirar muitos jovens da marginalidade e trazer para o esporte", afirmou Daimar Pinheiro, profissional de educação física do Pelci.

Para o atleta do Pelci, Dhionatan de Jesus Ribeiro, 19 anos, o projeto é uma oportunidade para os jovens da região. "É bom porque pode gerar várias oportunidades para a população de Envira, tirar as pessoas da dependência da droga e isso é o que precisamos aqui no município. Sabemos que o esporte salva vidas", disse Dhionatan.

Com Envira, o Pelci conta com cinco polos no interior. Além do município recém-anunciado, São Gabriel da Cachoeira, Humaitá, Codajás e Tabatinga também já são polos ativos do Projeto Esporte e Lazer na Capital e Interior.

0 comentário