top of page

PC prende trio em posse de mais de meia tonelada de maconha e cocaína avaliada em mais de R$ 8 mi

Também foram apreendidas armas de fogo, diversas munições, balanças de precisão e veículos



A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) com o apoio da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), deflagrou, na quinta-feira (04/05), por volta das 17h, operação que resultou nas prisões em flagrante de Gildo Bentes Muniz, 31; Paulo Cristian Pedroza Vieira, 24; e Victor de Oliveira Carvalho, 30, em posse de mais de meia tonelada de maconha e cocaína avaliada em mais de R$ 8 milhões. A ação ocorreu no bairro São José Operário, zona leste de Manaus.

Durante coletiva de imprensa na Delegacia Geral (DG), bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, o delegado-geral da PC-AM, Bruno Fraga, destacou o excelente trabalho realizado pelas equipes policiais que resultou nas prisões desses criminosos e na retirada de circulação da quantidade expressiva de drogas.


“Apresentamos mais uma ação exitosa no combate ao crime organizado. Somente neste ano, o Departamento já realizou grandes operações que resultaram na apreensão de cerca de 1,2 tonelada de drogas, e no prejuízo de 22 milhões aos criminosos”, destacou Fraga.


Conforme o delegado-geral adjunto, Guilherme Torres, além das drogas apreendidas, as equipes policiais também apreenderam três armas de fogo, sendo duas pistolas de calibre 45 e 9 milímetros, e um revólver calibre 38, diversas munições, balanças de precisão, além de um veículo da marca Fiat, modelo Strada e uma motocicleta.


“Nós sabemos que o enfrentamento principal do Sistema de Segurança Pública são os homicídios decorrentes da atuação de organizações criminosas, portanto, essas prisões, juntamente com todo material apreendido, são uma resposta da PC-AM a esses criminosos”, ressaltou. Torres.


O delegado Rafael Schmidt, titular do Denarc, enfatizou que o trabalho do departamento vai continuar no decorrer deste ano, a fim de deflagrar outras operações e tirar de circulação grupos criminosos que venham a atuar no estado.


“Todos os presos já possuíam passagem da polícia pelos crimes de tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo. Seguimos firmes no combate à criminalidade, a fim de levar mais segurança à população amazonense”, afirmou Schmidt.


Procedimentos

O trio responderá pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo e munição. Eles serão encaminhados à audiência de custódia e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

0 comentário

Comentários


bottom of page