PC-AM prende homem por crimes no âmbito da violência doméstica, praticados contra ex-companheira

Infrator entrou na residência da vítima, com uma arma de fogo, para ameaçá-la

#nahora


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) centro-sul, prendeu em flagrante, na segunda-feira (13/06), por volta das 16h30, um homem de 23 anos pelos crimes de descumprimento de medidas protetivas, violação de domicílio e ameaça, no âmbito da violência doméstica, praticados contra a ex-companheira, de 25 anos. A prisão ocorreu no bairro São Geraldo, zona centro-sul de Manaus.


De acordo com a delegada Débora Mafra, titular da unidade especializada, a vítima compareceu na DECCM relatando que tinha medida protetiva contra o seu ex-companheiro e que ele teria entrado em sua residência sem a devida permissão.

“A mulher disse que o autor entrou na sua casa de forma abrupta e retirou sua filha de seus braços. Ela até reagiu, porém o indivíduo estava portando uma arma de fogo para ameaçá-la”, explicou a delegada.

Segundo a autoridade policial, o homem levou a criança de casa, contra a vontade da mãe, momento em que ela foi atrás dele para pegar a criança. Na ocasião, a vítima conseguiu convencê-lo a devolver a sua filha, entretanto, ele a ameaçou novamente.

“Ao tomar conhecimento do caso, os policiais civis se deslocaram até a residência do infrator, ocasião em que ele foi conduzido à delegacia e autuado em flagrante”, disse a delegada.

Conforme a titular, a mulher contou que foi casada com o indivíduo por cinco anos e que eles estão separados há um ano e nove meses, devido a uma agressão praticada por ele. Em razão disso, ela solicitou medidas protetivas de urgência em seu favor.

“Em depoimento, a vítima contou que o relacionamento era abusivo, devido às agressões físicas e verbais, além de patrimonial, visto que ele é dependente químico e alcoólatra, e subtraía pertences pessoais dela para comprar entorpecentes”, explicou a delegada.

A vítima contou ainda que, mesmo após a separação, o infrator continuava indo a sua residência, com o intuito reatar o relacionamento. Porém, diante da negativa da ex-companheira, ele passou a proferir ameaças de morte contra ela e seus familiares.

Procedimentos

O homem responderá pelos crimes de descumprimento de medidas protetivas, violação de domicílio e ameaça, combinados com violência doméstica e ficará à disposição da Justiça.

0 comentário