PC-AM deflagra Operação Levítico visando combate à violência contra pessoa idosa


Ação resultou na prisão de um homem e uma mulher por crimes contra uma senhora de 72 anos

#nahora


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI), deflagrou, ao longo de terça, quarta e quinta-feira (17, 18 e 19/05), Operação Levítico, que resultou nas prisões, em flagrante, de uma mulher de 49 anos e um homem de 58, pelos crimes de negligência, exposição ao perigo da integridade física e psíquica e apropriação de bens da pessoa idosa, praticados contra uma senhora de 72 anos.


No decorrer da operação, também foram apuradas mais de 120 denúncias recebidas pelo 181, disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Durante coletiva de imprensa realizada na sede da DECCI, localizada no bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul, a delegada Andréa Nascimento, titular da unidade especializada, contou que a prisão ocorreu na terça-feira (17/05), por volta das 10h30, no bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus.

“Eles são sobrinha e irmão da vítima. As diligências iniciaram após recebimento de uma denúncia anônima, relatando a situação na qual a vítima vivia. Ao chegar à residência da idosa, nós a encontramos em total estado de vulnerabilidade, em condições desumanas. O local evidenciava a falta de assistência e cuidados mínimos necessários. Constatamos o crime e prendemos os autores em flagrante”, relatou a delegada.

Ainda conforme a titular, a vítima é portadora de diabetes e hipertensão arterial e vivia acamada, em um ambiente insalubre, sem as devidas alimentações, e também apresentava lesões de escaras pelo corpo.

“Vimos que a casa não tinha a limpeza adequada, tinha poucos alimentos, e alguns estavam estragados, em cima da cama onde a idosa dormia. Diante da situação, do ambiente irregular para moradia e das condições de saúde física e mental em que ela foi encontrada, acionamos o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e solicitamos o auxílio da assistência social do Centro Integrado de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (Cipdi), para atendimento médico e social à vítima”, informou Andréa.


A autoridade policial ressaltou ainda que quem tiver conhecimento casos semelhantes a esses deve comunicar ao Disque 100, Disque Direitos Humanos, ou ao 181, da SSP-AM.

Procedimentos – Os autores irão responder pelos crimes de negligência, exposição ao perigo da integridade física e psíquica, e apropriação de bens da pessoa idosa, e ficarão à disposição da Justiça.

0 comentário