Para salvar vidas, cilindros de oxigênio das ambulâncias são retirados para o HC de Manacapuru

Crise do oxigênio e aumento do número de mortes tem deixado familiares de pacientes apreensivos na cidade.


#nahora


Dramática, essa é a situação do Hospital de Campanha de Manacapuru por conta da falta de oxigênio para atender os pacientes que estão internado com Covid 19. A situação entrou em estado critico na manhã desta sexta-feira (15), quando os cilindros de oxigênio das ambulâncias da cidade precisaram ser retirados para serem disponibilizados para os pacientes que estão em estado grave.


Do lado de fora do HC, o drama de familiares, que desesperados não sabem o que fazer para ajudar, algumas famílias estão indo à Manaus em busca de comprar por contra própria cilindros para suprir a necessidade do pacientes.


Um corre-corre entre os profissionais de saúde, demonstra o drama deles na luta para tentar salvar o maior número de vidas possíveis, mas, também se sentem impotente diante da drástica situação da falta do suprimento primordial para manter os pacientes vivos. Uma espécie de rodizio foi realizado durante toda a madrugada e manhã, para tentar suprir a necessidade daqueles pacientes em estado mais críticos.


Dois carros da Prefeitura de Manacapuru foram até Manaus em busca da aquisição do oxigênio, mas na Capital Amazonense a situação dramática também toma conta.


Outro drama é que o Hospital de Campanha, chegou a 100% de ocupação, não tem mais como receber pacientes precisando de internação, alguns pacientes estão sendo encaminhados para o Hospital Lazaro Reis, onde a capacidade de internação também está limitada.


Diante de todo esse drama, o número de mortos tem chamado a atenção, 14 óbitos foram registrados da noite de ontem até a manhã desta sexta-feira (15). A cidade se aproxima dos 200 mortos por Covid 19.




0 comentário