Para proteção das mulheres durante Festival de Parintins, PC-AM alerta sobre importunação sexual

Ato libidinoso é o caso mais comum de assédio sofrido por mulheres em locais públicos

#nahora


Nesta semana acontecerá o 55º Festival Folclórico de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), e vários turistas irão prestigiar a brincadeira entre os bois Garantido e Caprichoso. Em razão da grande movimentação no Bumbódromo, práticas criminosas podem ocorrer, como importunação sexual contra mulheres. Pensando na proteção das turistas do festival, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) explica como o crime ocorre e quais providências devem ser tomadas.


De acordo com a delegada Kelene Passos, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) oeste/sul, tal ato libidinoso é o caso mais comum de assédio sofrido por mulheres em locais públicos.

“Essa prática tem como objetivo satisfazer a vontade de terceiros, podendo ser identificada por atitudes inadequadas, como passar a mão em partes do corpo, abraçar, beijar e até segurar a vítima sem o seu consentimento”, explicou a delegada.

Orientação

A titular esclareceu que, nestes casos ou em outros também, a orientação é que a vítima procure, de imediato, a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Parintins, para registrar o Boletim de Ocorrência (BO).

“Com o registro de ocorrência, serão realizados os procedimentos cabíveis, para que o processo criminal seja iniciado. Caso a autoria seja desconhecida, um Inquérito Policial (IP) será instaurado para apurar as circunstâncias do fato, além de identificar e localizar o autor do crime”, informou a delegada.

Kelene ressaltou também que as vítimas devem estar atentas à locais de grandes aglomerações, bem como observar os comportamentos e atitudes suspeitas.

0 comentário