Pais de alunos da Creche Lígia Maria pagam 8 mil para ornamentação de formatura e são enganados

Evento organizado pelos próprios pais acontece nesta quinta-feira no Galpão da Flor Matizada e responsável pelo serviço sumiu com o dinheiro.


#nahora

Por Érisson Araújo


Foram mais de dez meses da construção de um sonho, o de realizar a formatura dos filhos. O evento vai acontecer, mas esse que era para ser marcado como um dia de festa, se tornou um dia de decepção, já que as famílias das 55 crianças que irão participar da formatura marcada para a noite desta quinta-feira (19), foram engadas pelo homem contratado para fazer a ornamentação do evento.


Pais mobilizados para realizar ornamentação do evento

De acordo com as famílias, foram pagos 8 mil reais à Antônio Martins Ferreira da Costa, que usa o nome artístico de Edu Ferrari, que atua com ornamentação de festa em Manaus e ele simplesmente não apareceu para realizar o serviço.


“Ontem nós tivemos o último contato com ele, porque ficamos certos de pagar quatro mil reais na assinatura do contrato e o restante três dias antes, mas ele na sexta-feira passada já estava cobrando o restante, demos uma parte e ontem depositamos os últimos mil reais que faltava para ele vir fazer o serviço e desde então ele sumiu, não atende o celular, não responde as nossas mensagens”. Disse Lucélia Santos, pres. da comissão dos pais, que cuidou da organização da formatura.

Os pais relatam as dificuldades que tiveram para conseguir angariar o dinheiro para pagar pela ornamentação do evento.


“Nós vendemos bingos, rifas, vendemos comida, os pais com muitas dificuldades realizaram o pagamento da mensalidade, teve família que passou necessidade para ver seu filho se formando e hoje estamos chorando de frustração, e nós queremos que esse Edu Ferrari seja homem e devolva o dinheiro, porque ele já destruiu nossos sonhos, os sonhos de nossos filhos, felizmente eles são pequenos, não entendem muito o que aconteceu, mas nós pais vamos ficar marcados para sempre por isso que ele fez com a gente”. Disse Leida Santos mãe de aluno.


Para não ter que cancelar o evento, os pais dos alunos se mobilizaram e foram atrás de apoio para conseguir realizar a formatura.


“O evento só vai acontecer porque muitos pais se uniram e foram atrás de apoio e se empenharam, então conseguimos cadeiras, apoio para essa simples ornamentação, mas nós vamos fazer porque nossos filhos merecem, infelizmente, alguns pais não vão entender que a culpa não é da comissão organizadora, mas nós vamos continuar na luta para conseguir com o que ele estelionatário pague pelo que ele fez com a gente”. Disse Samara Freitas.

Samara Farias, mãe de aluno, mostrando o contrato assinado para ornamentação da formatura

O caso foi registrado como estelionato na Delegacia Interativa de Manacapuru que seguirá com as investigações. Nas redes sociais de Edu Ferrari, existem várias postagens de vídeos e fotos de supostos eventos ornamentados por ele. Nossa equipe tentou contato com o suspeito de estelionato através do número de telefone (92) 81XX-XX15 porém não obtivemos retorno. Nós continuaremos acompanhando o desenrolar deste caso.



Antônio Martins Ferreira da Costa (Edu Ferrari) suspeito de estelionato em Manacapuru

0 comentário