top of page

Nova escola de gastronomia do Cetam deve ampliar qualificação profissional e gerar empregos

A unidade vai atender, inicialmente, 540 alunos divididos nos cursos técnicos em Panificação, Gastronomia e Confeitaria


 

Com uma infraestrutura adequada para um bom aprendizado gastronômico, incluindo laboratórios para cursos práticos, a nova escola do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) desempenha um papel importante na qualificação profissional e na geração de empregos.

Inicialmente, a nova unidade do Governo do Amazonas receberá 540 alunos, divididos nos cursos técnicos de Panificação, Gastronomia e Confeitaria, com carga horária de 800 horas e conclusão em dois semestres.

 

Segundo Rodrigo Zamperlini, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/AM), essa instituição também será fundamental para suprir a carência de profissionais no setor no Amazonas.

 

"Nós formaremos profissionais que abrangem desde o ensino da gastronomia completa até cursos especializados. Ou seja, teremos especialistas em panificação, confeitaria, e essa necessidade é crucial para o nosso setor. Além disso, é importante ressaltar que também formaremos novos empreendedores que certamente abrirão seus negócios e gerarão ainda mais empregos."

 

Por meio de um currículo bem estruturado e professores experientes, a escola de gastronomia oferecerá aos alunos uma formação abrangente, desde o básico até técnicas avançadas de culinária. A grade curricular incluirá elementos básicos de física, biologia e química para compreender a base nutricional dos alimentos e como eles são alterados durante a preparação de um prato. A matemática também desempenha um papel importante no desenvolvimento de fichas técnicas, além de abordar temas específicos da área, como panificação e confeitaria. Isso permitirá que os alunos desenvolvam suas habilidades e construam um portfólio sólido, o que é essencial para se destacar no mercado de trabalho.

 

"O Amazonas está inaugurando um monumento em prol do crescimento e do desenvolvimento das pessoas em sua formação. Essa formação é o que dá acesso ao mercado de trabalho. Ela abre portas e realmente melhora a qualidade de vida das pessoas que trabalham e das que são atendidas", afirmou Aderson Frota, presidente da Fecomércio AM.

 

A escola profissional está localizada na Avenida Tarumã, em frente à Escola Estadual Ribeiro da Cunha, no Centro de Manaus. Os cursos terão turmas nos três turnos, e as aulas terão início em 12 de junho, na próxima segunda-feira. 

 

"A princípio, iniciaremos com 540 alunos, mas podemos expandir com os cursos de qualificação, que são mais curtos e oferecemos editais ao longo do ano. Portanto, a partir de 12 de junho, já estaremos programando novos cursos para a população interessada em participar do processo seletivo", afirmou Hellen Matute, diretora-presidente do Cetam.

0 comentário

Komentarze


bottom of page