top of page

Nas últimas 24 horas, 21 pessoas foram presas durante patrulhamentos realizados no Amazonas

Prisões foram efetuadas em decorrência de crimes como tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e roubo



Entre a manhã de quarta-feira (22/03) e as primeiras horas desta quinta-feira (23/03), 21 pessoas foram presas e quatro adolescentes foram apreendidos durante as ações da Secretaria Pública do Amazonas (SSP-AM), por meio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM). As prisões e apreensões foram efetuadas em Manaus e nos municípios de Atalaia do Norte e Boa Vista do Ramos.

Ao todo, as equipes policiais tiraram de circulação, duas armas de fogo, nove munições, R$500,50 em dinheiro e aproximadamente 128 porções de entorpecentes. A maioria das prisões foi efetuada por suspeita dos presos terem envolvimento em crimes de porte ilegal de arma de fogo, roubo e tráfico de drogas.


No bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus, policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) prenderam três homens, entre 19 e 34 anos, e apreenderam dois adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas. Em posse dos infratores foi apreendido duas armas de fogo, duas porções de maconha, quatro porções de oxi, quatro porções de cocaína, 32 porções de cocaína, duas balanças de precisão e R$325,50 em espécie. Os suspeitos foram conduzidos ao 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP).


Policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) prenderam um homem, de 18 anos, pelo crime de tráfico de drogas, no bairro Centro, zona sul da capital. Os policiais apreenderam 34 trouxinhas de cocaína. Ele foi encaminhado ao 1°DIP.


Interior

No município de Atalaia do Norte (a 1.138 quilômetros de Manaus), policiais militares prenderam um homem, de 27 anos, pelo crime de furto. Ele furtou uma motocicleta, a qual foi recuperada pelos policiais. Ele foi encaminhado à 50ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).


A outra prisão ocorreu no município de Boa Vista do Ramos.


0 comentário

Comments


bottom of page