top of page

Mulher é presa por aplicar golpes avaliados em mais de R$ 80 mil se passando por representante de instituição beneficente

O objetivo da autora era receber doações de eletrônicos, eletrodomésticos e recursos financeiros


 

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu, na segunda-feira (22/01), mandado de prisão preventiva de Francisca Elizangela Fernandes Castro De Almeida, conhecida como “Chica Fernandes”, por falsificar documentos e se apresentar como representante de instituição beneficente para receber doações e recursos financeiros. Estima-se que ela tenha conseguido mais de R$ 80 mil com os golpes.


 

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular da unidade policial, durante seis meses, Francisca se apresentava para as empresas conveniadas como filiada da instituição, com o objetivo de receber doações de eletrônicos, eletrodomésticos e recursos financeiros.

 

“Com a farsa, ela conseguiu lucrar mais de 80 mil reais que seriam destinados às pessoas com necessidades especiais que são atendidas e assistidas pela instituição”, contou.

 

Francisca Elizangela Fernandes Castro De Almeida responderá por estelionato, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e ficará à disposição do Poder Judiciário.

0 comentário

Comentários


bottom of page