top of page

MPU | Advogado Cristian Galvão é perseguido por criminosos armados que dispararam contra veículo

Atualizado: 4 de jul. de 2023

Caso aconteceu na entrada da Estrada AM 352, nas proximidades do posto de combustíveis que fica no local.



O advogado e procurador de município de Manacapuru, Dr. Cristan Galvão, sofreu na noite deste domingo (02), supostamente uma tentativa de assalto que culminou em uma perseguição nas proximidades da entrada da Rodovia AM 352, estrada que liga Manacapuru à Novo Airão.



De acordo com o advogado, era por volta das 21h, ele estava vindo em direção a cidade, quando sofreu a tentativa de abordagem de dois suspeitos, que estavam pilotando um motocicleta, modelo Honda Titan, de cor branca, ao notar a presença dos homens, Cristian acelerou seu veículo quando os criminosos atiraram uma primeira vez no intuito de faze-lo parar o carro.



“Estava me dirigindo até a cidade , na estrada AM 352 (Novo Airão) na proximidade do posto de gasolina Rezende, saindo da minha residência , quando dois sujeitos o garupa com blusa branca listrada em uma moto Titan de cor branca , aguardaram eu ultrapassar , quando eu passei por eles , foi efetuado o primeiro disparo , eu arranquei e eles fizeram o segundo disparam”. Relatou o Procurador


Após o susto pelo disparo, Cristian acelerou ainda mais o veículo e conseguiu se distanciar da dupla, foi quando ouviu outro disparo em direção ao seu carro. O caso foi registrado na Delegacia Interativa de Manacapuru, inicialmente, o advogado acredita que pode se tratar de uma tentativa de assalto, mas não descarta outra possibilidade.


“Muito difícil eu dizer que foi devido a profissão, a minha função é procurador geral do município que cuida exclusiva das demandas Jurídicas fazenda pública, não tenho nenhum cliente na esfera criminal , pois a minha área é fazenda pública e direito de família, eu quero acreditar que tenha sido mesmo uma tentativa de assalto”. Destacou

Esse é o segundo caso em dois meses em que um advogado sofre algum tipo de atentado, no dia 30 de maio, o carro do também advogado Adriano Mesquita, sofreu um atentado a tiros, quando estava estacionado em frente a sua residência, localizada na Rua Coronel Madeira, no Bairro da Liberdade, na ocasião, os disparos acertaram os vidros do veículo que ficou danificado.


Nossa equipe falou com o também advogado José Marconi Moreira Filho, presidente da Subseção da OAB em Manacapuru, que explicou que tem trabalhado junto a Ordem e as autoridades em busca de respostas para o caso.

“No caso do Dr. Adriano, nós tomamos todas a providências necessárias, acionamos a OAB em Manaus, e oficiamos os órgãos de segurança pública no intuito de termos celeridade nas investigações sobre o atentado, inclusive, falei pessoalmente com o presidente da Ordem, sobre esse caso pedindo intervenção verbal, solicitei ainda as prerrogativas para acompanhar esse processo de investigação, além de oficiarmos o comandante da Polícia Militar solicitando reforço na segurança pública". Disse Marconi

Sobre o caso ocorrido com o Procurador, Marconi destacou as ações que estão sendo tomadas.


"Quanto a esse novo caso, contra o Dr. Cristian, nós já tomamos todas as medidas cabíveis e estamos acompanhando também o processo de investigação, estarei solicitando uma audiência do presidente da OAB e os órgãos de segurança para ver o que podemos fazer”. Destacou Marconi

Perguntado sobre se existe a possibilidade dos crimes terem relação a função exercida pelos advogados, Marconi diz que a princípio pode não haver ligação, porém, é uma hipótese não descartada.


“A princípio não, porque nenhum dos advogados atuam na área criminal, que teoricamente tem uma carga de risco maior, um trabalha na área do direito do consumidor, o outro na área do direito público, mas a gente não descarta e trabalha também com essa hipótese, por isso nós tomamos as providências como presidente da subseção”. Destacou.

Ambos os casos seguem em apuração na Delegacia de Polícia Civil de Manacapuru.

0 comentário

Comments


bottom of page