Manacapuru terá uma mulher candidata à prefeita em 2020

Milca Ruiz, filha do ex-vereador Ezequiel Ruiz esta no seu segundo mandato de Conselheira Tutelar surge como um novo nome na disputa eleitoral.


#nahora

Por Érisson Araújo


Falta pouco mais de sete meses para as Eleições em 2020, alguns nomes começam a surgir para a disputa majoritária em 2020. Além de velhos e conhecidos nomes como do ex-prefeito Angelus Figueira e de Beto Dangelo candidato a reeleição, e outros nomes conhecidos da política como o ex-vereador Francisco Bezerra, novos nomes entrarão pela primeira vez na disputa eleitoral.


Fantino Castro e Ângelo Masulo já declararam sua pré-canditura, e esta semana, Milca Ruiz surgiu como um novo nome a ser cogitado para a eleição ao cargo majoritário de Manacapuru.


Milca está no seu segundo mandato de conselheira tutelar, será a única mulher na disputa. Filha do ex-vereador ja falecido Ezequiel Ruiz, que por quatros mandatos exerceu o cargo na Câmara de Manacapuru, a conselheira tutelar tem 42 anos, é casada e mãe de dois filhos e há 20 anos atua no serviço público onde é concursada da Prefeitura de Manacapuru.


“Comecei a trabalhar na prefeitura de Manacapuru no ano de 2000, passei no Concurso Público em 2003, trabalhei 01 ano na SEMED, 13 anos no Fórum de Justiça, 02 anos na Assessoria Juridica da Prefeitura e estou caminhando para o segundo mandato de Conselheira Tutelar”. Ressaltou Milca

Milca Ruiz é filha primogênita da professora Marilza Freitas e ressalta o que a motivou a buscar a vaga no executivo municipal.

“O desejo de ser prefeita surgiu da ideia de amigos, que acreditam na minha capacidade e como podemos melhorar nossa cidade, que precisa de um gestor, eu tenho coragem e qualificação profissional para ser gestora de Manacapuru, movida pela confiança no potencial das mulheres. E tenho conhecimento de causa dos inúmeros problemas que Manacapuru enfrenta, e temos a certeza que podemos resolver, por isso me lancei pré-candidata”. Disse Milca

Milca é formada pela Universidade Federal do Amazonas/ UFAM em Administração Pública, com duas especializações Gestão Pública pela Universidade Cândido Mendes e Gestão Pública Municipal/UFAM.



0 comentário