Manacapuru | Pedreiro valentão que descumpriu medida protetiva já responde por estupro e homicídio

Após ser preso por ameaça, injúria e descumprimento de medidas protetivas, a Polícia Civil de Manacapuru descobriu que homem, de 45 anos, já responde por homicídio e estupro de vulnerável tendo como vítima a própria filha.


#nahora


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Manacapuru (a 68 quilômetros da capital), prendeu em flagrante, na noite de terça-feira (20/07), por volta das 20h30, um pedreiro de 45 anos, pelos crimes de ameaça, injúria e descumprimento de medidas protetivas contra sua ex-companheira, uma mulher de 28 anos. A prisão ocorreu na casa da vítima, no bairro da União, naquele município.


De acordo com a delegada Roberta Merly, titular da DEP, a vítima compareceu à Especializada e relatou que o homem havia invadido sua casa, ocasião em que lhe proferiu ameaças e injúria. Com base na denúncia, as equipes seguiram até o endereço para averiguar a veracidade da informação.


“Ao chegarmos à casa da vítima, constatamos o fato e realizamos a prisão do indivíduo. Na delegacia, verificamos que ele já havia sido preso em 2017 pelo crime de estupro de vulnerável cometido contra a filha, de 9 anos, e em fevereiro de 2020, por ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica. Havia ainda um mandado de prisão preventiva em nome dele, por homicídio ocorrido em 2005, que foi expedido pela juíza Ana Paula Bussulo, da 2ª Vara do Tribunal do Júri”, explicou Roberta Merly.

Procedimentos – Encaminhado à unidade policial, o homem foi autuado em flagrante por injúria, ameaça e descumprimento de medidas protetivas, e ficará custodiado na carceragem da DEP de Manacapuru, onde permanecerá à disposição da Justiça.

0 comentário