Manacapuru | MPAM entra com Ação Civil Pública para reverter afastamento de diretor de escola

A Ação Civil Pública foi ajuizada com pedido de tutela de urgência e visa reverter as punições impostas ao professor pelo Secretário Municipal de Educação.


#nahora

Fonte: MPAM



O Ministério Público do Amazonas, pela 2ª Promotoria de Justiça de Manacapuru, requereu hoje, 31/05, à Justiça, a anulação do ato administrativo que levou ao afastamento do professor Jackson Azevedo da direção da Escola Zoraida Ribeiro Alexandre, da rede municipal de educação. A Ação Civil Pública foi ajuizada com pedido de tutela de urgência e visa reverter as punições impostas ao professor pelo Secretário Municipal de Educação.


Conforme denúncia recebida pelo MPAM, no último dia 27/05, o professor foi desacatado verbalmente e ameaçado pelo vereador Gérson D’Ângelo, depois de adverti-lo quanto à obrigatoriedade do uso da máscara dentro da escola.


Antes de ajuizar a ACP, a Promotora de Justiça instaurou Procedimento Preparatório para coletar elementos de prova referentes à suposta conduta. Veja o que diz a Promotora de Justiça Tânia Maria de Azevedo, sobre a Ação movida pelo Ministério Público




Em tempo

Amigos, professores, pais de alunos, e outros profissionais da educação se mobilizaram para realizar um abaixo assinado digital, para fortalecer o pedido de recondução do professor Jackson, ao cargo de gestor, a qual foi afastado pela Secretaria Municipal de Educação, após episódio envolvendo o vereador Gerson D'angelo, após o mesmo ser impedido de entrar em escola sem máscara.


Você pode participar do protesto virtual clicando aqui.


O que diz a Semed

De acordo com Professor Raimundo Conde, secretário de Educação de Manacapuru, o professor foi afastado para apurar possíveis excessos cometidos por ela durante a confusão envolvendo o vereador, inclusive com o acionamento da Polícia Militar, secretário informou ainda que o Jackson não foi exonerado do cargo, apenas foi afastado das funções de gestor e que este afastamento se fez necessário para uma melhor apuração dos fatos.


Publicidade


0 comentário