top of page

Maio Amarelo: Detran Amazonas promove ação educativa em escola da zona sul de Manaus

A iniciativa foi realizada por meio do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Acidente de Trânsito (Navat)


 

Dando sequência às ações educativas do Movimento “Maio Amarelo”, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) promoveu, na tarde de quinta-feira (25/05), por meio do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Acidente de Trânsito (Navat), uma ação educativa na Fundação Matias Machline, localizada na avenida Ministro João Gonçalves de Souza, 916, bairro Distrito Industrial, zona sul da capital.

A iniciativa faz parte do pacote de ações que estão sendo realizadas ao longo deste mês de maio, com o objetivo de conscientizar e alertar a população sobre os altos índices de acidentes de trânsito. A ação teve a presença do diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá.

 

Na oportunidade, Rodrigo conversou com os alunos e ressaltou a importância do movimento na conscientização dos jovens e futuros condutores para a prevenção de acidentes. “O trânsito é um ambiente coletivo, de todos nós. Se cada um fizer sua parte, nós teremos um trânsito mais seguro”, disse.

 

Ele também destacou que o trânsito é um assunto de primeira ordem e deveria ser inserido na vida dos alunos desde a educação básica, a fim de que os índices de acidentes fossem reduzidos. “O trânsito faz parte das nossas vidas, seja pedestre ou condutor, adulto ou criança. Por isso, é muito importante a conscientização e prevenção. Um trânsito inseguro reflete negativamente em todas as áreas da nossa sociedade”, relatou.

 

Orientações

 

Os alunos do 2º e 3º ano do Ensino Médio receberam orientações das equipes de fiscalização e de perícia do Detran-AM sobre vários temas relacionados ao trânsito, tais como: primeiros socorros, como agir em casos de acidente, riscos na direção veicular sob efeito de álcool, alertas sobre o uso do celular durante a condução de automóveis, além de dicas de segurança.

 

Durante a ação, a equipe de fiscalização mostrou como funciona uma vistoria de trânsito, expôs aos alunos alguns dos equipamentos utilizados e realizou uma dinâmica que simulava testes de bafômetro, permitindo que os alunos pudessem interagir com o processo.

 

O estudante Keliel Souza da Silva, 17, do 3º ano do Ensino Médio, afirmou que o assunto é interessante e de relevância. “O tema é muito importante. Infelizmente, as mortes no trânsito são frequentes e fazem parte do cotidiano das pessoas. A informação compartilhada aqui, hoje, nos ajuda na prevenção e no cuidado com a nossa população”, destacou.

 

Navat

 

Durante a ação, os alunos puderam conhecer o Núcleo de Atendimento às Vítimas de Acidente de Trânsito (Navat). O setor orienta e acompanha as vítimas de acidentes de trânsito e suas famílias, com relação aos seus direitos, incluindo o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

 

O atendimento fornece esclarecimentos sobre documentações, prazos, valores, entre outras ações que a vítima ou familiar deve tomar para ter acesso ao seguro, e encaminha para atendimento psicológico e à assessoria jurídica, quando necessário.

 

O núcleo foi instaurado por meio de uma portaria, a qual foi assinada pelo diretor-presidente do Departamento, Rodrigo de Sá, durante a abertura do Movimento “Maio Amarelo”, realizada no dia 5 de maio deste ano, no Palácio Rio Negro.

0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page