Homem que foi morto por irmão, agrediu o pai, um idoso de 72 anos, antes de ser alvejado com um tiro

Welliton era tido como uma pessoa perigosa e já tinha passagens pela polícia por homicídio cometido no ano de 2010.


#nahora

Por Érisson Araújo


A Polícia Civil de Manacapuru após o trabalho de investigação conseguiu identificar o autor do homicídio que aconteceu na madrugada deste domingo (09), na Comunidade do Marrecão, zona rural de Manacapuru.


O suspeito de ter matado o próprio irmão é Jeferson Almeida Oliveira (27), de acordo com o que foi apurado pela Delegado Antônio Rodrigues, os irmãos tiveram um desentendimento no inicio da noite, e já pela madrugada, a vítima identificada como Welliton Almeida Oliveira (31), foi até a casa do pai, armado com um terçado procurar pelo irmão, como não encontrou o irmão ele agrediu o próprio pai, um idoso de 72 anos, ao ouvir os gritos, Jeferson então correu para o local foi quando o Welliton teria partido pra cima dele.


“O que nos narrou o pai da vítima e do autor, é que eles brigaram e depois o Welliton foi atrás do irmão com um terçado, e agrediu o próprio pai, nesse momento foi que Jeferson teria aparecido e desferido o tiro contra a vítima, que saiu correndo do local, até então ninguém achava que ele estaria morto, só pela manhã que o pai encontrou o corpo jogado uns 50 metros de onde ocorreu o disparo”. Ressaltou Antônio Rodrigues.



Ainda de acordo com o Rodrigues, as informações colhidas em depoimento afirmam que o motivo da briga inicial seria pela posse de um terreno na comunidade.


“Nós recebemos essa informação sobre que a motivação dessa briga seria por um terreno na comunidade, mas nós vamos aprofundar as investigações para saber o que gerou essa briga, o pai se comprometeu de apresentar o filho assim que ele seja encontrado, e nós continuamos com o processo de investigação para fechar esse caso”. Disse Rodrigues.

Jeferson já tinha várias passagens pela Delegacia de Manacapuru por envolvimento em roubos na região e até pouco tempo estava preso por ter cometido homicídio no ano de 2010, quando matou um homem com um tiro na comunidade rural porque achava que estaria sendo denunciado por ele, caso que ganhou grande repercussão na época.

0 comentário