Homem foi assassinado a facadas na frente da esposa no Cais do Bairro da Correnteza, em Manacapuru

Atualizado: Jun 16

Elvadir Craveira de Almeida (29), morreu após brigar com dupla de irmãos, no Bar do Netão.


#nahora


A Policia Civil de Manacapuru, está a procura de dois irmão, identificados como Isaias da Silva Gona e Moisés da Silva Gona, suspeitos de terem assassinado Euvany Carveira De Almeida (25), o crime ocorreu na noite deste domingo (13), no Bar do Netão, no Cais do Bairro de Correnteza, em Manacapuru.



De acordo com o depoimento da esposa da vítima, que presenciou o crime, ela e seu companheiro estavam no local, se divertindo, quando em outra mesa, estavam um trio, sendo uma mulher, que seria sua irmã, o marido e o cunhado, também ingerindo bebidas alcoólicas, e no momento em que a mesmo foi até ao banheiro, foi seguida pela própria irmã, a qual tem desafeto antigo, e que ambas entraram em luta corporal, foi então, que Isaías, Moisés e Euvany teriam se metido aumentando a confusão.


Ainda segundo relatos da mulher de Euvany, na parte de fora do bar, Moisés e Isaias saíram em uma motocicleta desferindo ameaças contra seu esposo, e que momentos depois ele retornaram com uma faca e desferiram dois golpes contra a vítima, que ainda tentou fugir caindo n'água, mas que foi perseguido por Isaias que continuou a desferir golpes de faca nas costas de Euvany, em seguida, os irmãos (Isaias e Moisés), fugiram na motocicleta, levando a arma do crime.


O homem chegou a ser socorrido por pessoas que estavam no local, e foi levado em uma motocicleta para o Hospital de Manacapuru, onde recebeu atendimento médico, passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu, devido a gravidade das facadas. O corpo de Euvany, foi conduzido para o Instituto Médico Legal (IML), para exame de necrópsia que deve apontar as causas da morte.


Continua após a publicidade


O caso segue sendo apurado pela Delegacia de Polícia Civil de Manacapuru que está ouvindo outras testemunhas do crime, e buscando informações sobre o paradeiro dos suspeitos para que eles possa pagar pelo crime que cometeram.


Nas redes sociais, familiares da vítima divulgaram fotos dos supostos envolvidos nesse crime, e pediram ajuda da população, para conseguir informações que possam levar a polícia a realizar a detenção dos mesmo.





0 comentário