top of page

Governo do Estado oferece qualificação gratuita de guia de pesca esportiva

O curso ofertado pela Amazonastur, em parceria com a Sepror, vai capacitar piloteiros do Amazonas


 

Pilotos de embarcações, também conhecidos como piloteiros, serão qualificados para o turismo de pesca no Amazonas. O inédito projeto do Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur) e Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), vai capacitar os profissionais no curso de Guia de Pesca Esportiva. Em média, o Amazonas recebe mais de 30 mil turistas para a prática da pesca esportiva, todos os anos.

 

O termo de cooperação técnica entre as duas instituições foi assinado nesta quarta-feira (05/04), no Centro de Convenções Vasco Vasques, durante o lançamento do Plano Safra 2023/2024, pelo Governo do Amazonas.

 

O governador Wilson Lima falou sobre a importância da qualificação para o turismo de pesca no Amazonas. “Nós estamos investindo na capacitação desses profissionais porque o turismo é uma vocação natural do Amazonas e tem atenção diferenciada no nosso governo”.

 

De acordo com o presidente da Amazonastur, Gustavo Sampaio, a atividade turística injeta na economia do estado um valor estimado de R$ 500 milhões anualmente de forma direta e indireta.

 

“É uma determinação do governador Wilson Lima investir em pessoas, e transformar vidas. E a gente vai qualificar por meio da Sepror, que lá eles têm o conhecimento técnico da questão, condutores de pesca, é um mercado muito importante para o estado do Amazonas. Então, esse é mais um programa nosso, continuidade do programa com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) que é o maior programa de qualificação para o turismo do estado do Amazonas”, detalhou o presidente.

 

Com a expertise da área da pesca e aquicultura, a Sepror irá fornecer a qualificação. De acordo com o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, a intenção é profissionalizar os piloteiros que já atuam na função.

 

“Esse acordo de cooperação entre a Sepror e a Amazonastur será estratégica para o estado, pois levará capacitação para os piloteiros comunitários que já trabalham com a pesca esportiva nas comunidades rurais, e que agora irão receber o treinamento necessário para prestarem de forma profissional serviços qualificados para os turistas da pesca esportiva que visitarem o Amazonas", disse o secretário da Sepror.

 

Na capacitação, os condutores terão aulas teóricas sobre a história e importância da atividade, legislação da pesca esportiva, biologia do tucunaré, montagem de equipamentos, tipos de isca, técnicas de arremesso, manuseio do peixe capturado, além de orientações sobre a devolução do peixe à água.

 

Nas aulas práticas, os guias de pesca esportiva em formação, irão receber orientações sobre o monitoramento do diário de bordo, a arte do atado e o correto posicionamento da embarcação.

 

Como se qualificar?

Cada turma de até 30 alunos, receberá o certificado de conclusão referente a 20 horas de capacitação no curso de Guia de Pesca Esportiva. Os municípios serão responsáveis por formar as turmas e solicitar a qualificação da Amazonastur, via ofício, para o e-mail presidencia@amazonastur.am.gov.br. Outras dúvidas podem ser tratadas por meio do telefone (92) 2101 - 8158/8179.

 

Segundo o presidente, os municípios que realizam a atividade da pesca esportiva ou tem potencial para este segmento são prioritários, mas todos os municípios podem solicitar a oferta dos cursos.

 

“A pesca esportiva é um grande carro-chefe aqui do turismo do estado do Amazonas. A gente recebe anualmente 32 mil pessoas só para a prática. Temos um público americano muito forte, público paulista muito forte, de demais regiões. Então, a gente tem que ter um carinho especial, porque realmente é um vetor de emprego e renda e oportunidade e a gente tem investido no turismo. É a ideia do governador, ele fala isso claramente. Fazer o turismo a matriz econômica é a prioridade”, informou o presidente.

0 comentário

Comments


bottom of page