top of page

Família pede ajuda para identificar motorista de carro que atropelou jovens no Centro de Manacapuru

Atualizado: 31 de jan. de 2023

O acidente aconteceu na madrugada do ultimo domingo (29), e deixou duas pessoas feridas, um em estado grave.




As cenas gravadas por câmeras de vigilância de um supermercado localizado na Av. Eduardo Ribeiro, ao lado da Câmara Municipal de Manacapuru, mostram o momento exato do atropelamento. De acordo com testemunhas, era por volta de 4 horas da madrugada de domingo (29), quando um grupo de jovens caminha em direção ao Bairro de Correnteza, dois descem a calçada, quando são surpreendidos por um carro em alta velocidade, nas imagens é possível ver o impacto do atropelamento, as impressões, é que o motorista direciona o veículo para atingir o jovens. (veja as cenas)


Publicidade



Após cometer o atropelamento, o motorista foge do local sem prestar socorro, com o impacto, os dois jovens são arremessados com violência ao chão, uma das vítimas é uma adolescente, que apresentou fraturas no braço, já o rapaz, que aparece sendo atingido em cheio, foi identificado como Pablo Victor dos Santos Servalho (16), ele sofreu traumatismo craniano, e está em estado grave.



Ambos foram socorridos, levados inicialmente para o Hospital Lazaro Reis, mas devido a gravidade dos ferimentos foram transferidos para Manaus, o Pablo Victor, segue internado na UTI do Hospital João Lúcio, passou na manhã de ontem por cirurgia, mas seu estado de saúde ainda é crítico. Familiares pedem por justiça.


Katia Santos - mãe de Pablo Victor (vítima de atropelamento)


A família pede ajuda para custear o tratamento de Pablo Victor, quem poder ajudar com qualquer quantia para comprar de materiais e na manutenção dos acompanhantes da vítima, pode fazer um pix de qualquer valor para Pix CPF: 018.292.022-43 (YANA SANTOS), maiores informações podem ligar para: 92 (99512-6741).



Quem tiver informações sobre o veículo ou o motorista que causou esse atropelamento, entre em contato com a Polícia Civil de Manacapuru, através do 181 ou com a Polícia Militar através do 190.


Publicidade







0 comentário

Comments


bottom of page