Fake sobre morte do latrocída Japa motiva revista na delegacia de Manacapuru

Após notícia fake se espalhar sobre o suposto assassinato de Alex de Souza (26), o vulgo Japa, que foi preso após assassinar o barbeiro Patrick Araújo (21), a Polícia Civil fez revista nas celas da delegacia.


#nahora


Uma notícia que se espalhou nas redes sociais, afirmavam que o latrocida Alex de Souza, o Japa, teria sido morto enforcado dentro da cela da Delegacia de Manacapuru, onde está preso desde a ultima quinta-feira (21), após na companhia de um menor, assassinar o barbeiro Patrick do Nascimento Araújo, com uma facada no peito, para roubar o celular da vítima.



A informação, motivou uma ação policial de revista das celas da Delegacia de Manacapuru para averiguar a informação, fato não confirmado, porém, durante a ação os policiais encontraram vários celulares dentro das celas, e ainda uma porção de droga do tipo maconha.



Publicidade


O material apreendido foi apresentado para que as investigações continuem no intuito de identificar como esse material foi parar dentro das celas e quais presos estavam utilizando esses celulares.


Relacionadas

Polícia Civil acaba de prender segundo autor do latrocínio do jovem Patrick


0 comentário