top of page

Faça Bonito: Sejusc reforça importância da conversação sobre abuso e exploração sexual infantojuveni

Secretaria realiza ações de conscientização durante o mês de maio


 

Falar sobre os tipos de abuso existentes na sociedade com crianças e adolescentes é um tema difícil de ser abordado, seja pelos pais e responsáveis ou nos locais de ensino. Esse fator constatado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) é um dos tópicos trabalhados nas ações da campanha ‘Faça Bonito: proteja nossas crianças’, realizadas pelo órgão durante todo o mês de maio.

Coordenadas pela Secretaria Executiva de Direitos da Criança e do Adolescente (Sedca) da Sejusc, as atividades de conscientização e combate ao abuso e exploração sexual infantojuvenil auxiliam na identificação dos casos e informações de como denunciar e oferecer ajuda às vítimas.

 

As atividades abordam o tema, enfatizando a rede de proteção do estado, por meio de palestras em escolas e abordagens informativas nas ruas e locais estratégicos da capital e do interior.

 

Jaqueline Nogueira, gerente de promoção da Sedca, reforça que o tema é uma questão sensível de conversa, pois muitas crianças e adolescentes são vítimas de pessoas próximas, do seu convívio familiar, e por isso não denunciam. Ela ainda pontua sobre onde e como procurar a rede de proteção.

 

“Você que está vivenciando algum tipo de violência, seja ela física ou psicológica, procure a rede de proteção, o Conselho Tutelar mais próximo, a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente, o seu professor”, orienta Jaqueline. E acrescenta que se a pessoa não quiser se identificar, por ser uma pessoa próxima que esteja passando por algum tipo de violência, pode acionar os canais de denúncia, através do Disque 100.

 

“Essa denúncia não precisa ser identificada, pode chegar de forma anônima, que a rede de proteção vai averiguar e dar o maior suporte necessário”, emenda a gerente.

 

Moisés Ferreira, de 17 anos, é estudante da Escola Estadual Angelo Ramazzotti, na zona sul de Manaus. Ele ouviu atentamente a tudo o que foi comentado e comentou que é importante conversar sobre o tema nas escolas e em casa.

 

"É de muita importância cada vez mais palestras para informar crianças e adolescentes que correm perigo não somente dentro da sala de aula, mas também dentro casa, e muitas vezes acham que essas atitudes e comportamentos dentro do seu lar são normais, mas não são”, avaliou o aluno, ao destacar a importância de eliminar esse tabu, que prejudica a sociedade, as crianças e adolescentes.

 

Campanha Faça Bonito

 

A campanha nacional é usada para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da defesa dos direitos de crianças e adolescentes, garantindo que possam se desenvolver de forma segura e protegida, livre do abuso e da exploração sexual.

 

A Sejusc seguirá com a campanha durante todo mês, por meio de ações dinâmicas e de conscientização em escolas da rede estadual e locais estratégicos da capital. O encerramento ocorrerá no município de Parintins, no próximo dia 31 de maio.

0 comentário

Comentários


bottom of page