Encerrada as buscas por pescador de Manacapuru assassinado em Borba e que teve corpo jogado no rio

Sem poder dar enterro digno, familiares realizaram missa para homenagear e se despedir de Bismarckes que foi assassinado e teve seu material de pesca roubado.


#nahora

Por Érisson Araújo


Encerrada sem sucesso as buscas pelo corpo do pescador Bismarckes Costa Pereira, que tinha 32 anos, e que foi assassinado pelo sobrinho da própria esposa, que foi preso e confessou o crime.


Sem ter a possibilidade de dar um enterro digno ao pescador, familiares se reuniram na noite deste sábado (15), na Igreja de Aparecida, em Manacapuru, onde realizaram uma missa para fazer as homenagens à Bismarckes.

Na blusa estampado a foto de Bismarckes, e vários os momentos de homenagem expressava a dor da família em perder o ente querido. Uma das homenagens foi feita pela mãe de Bismackes, dona Jaqueline Costa, que leu uma mensagem escrita por Santo Agostinho, com o tema a Morte não é nada.


Foram mais de 10 dias de agonia, incerteza, dor e esperança de encontrar o pescador, esperança que chegou ao fim, após o suspeito que foi preso dias após, confessar o crime e informar para os policiais com frieza como assassinou a vítima. Ele segue preso e a família deseja que a justiça seja feita.



Entenda o Crime:

Polícia Civil detalha crime de pescador em Borba e continua buscas por corpo da vítima


2 comentários