top of page

CIF autua local que vendia bebidas alcoólicas para menor de idade

No fim de semana, ação aconteceu como desdobramento da operação Caminhos Seguros e resgatou adolescente em suspeita de estar em situação de prostituição


 

A Central Integrada de Fiscalização (CIF), coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), fiscalizou bares, hotéis e pousadas da zona sul de Manaus, com foco no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes. Durante a ação, 14 locais foram visitados, um estabelecimento foi fechado e uma adolescente de 16 anos, em possível situação de prostituição, foi conduzida pelo Conselho Tutelar e levada até os responsáveis.

Como ação no âmbito da operação Caminhos seguros, do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a ação realizada entre a noite de sábado (06/05) e madrugada de domingo (07/05), identificou um dos estabelecimentos no Distrito Industrial, a venda de bebida alcoólica para menor de idade, onde foi aplicada uma autuação pelo Juizado da Infância e Juventude Infracional (Jiji).

 

De acordo com o coronel Marco Gama, chefe do setor de Planejamento Integrado da Secretaria Executiva de Gestão e Planejamento Integrado (Seagi), a CIF fortalece o poder de fiscalização, por contar com diversos órgãos do Estado e Município, de forma integrada.

 

"Essa ação faz parte da operação Caminhos Seguros, onde vamos fiscalizar bares, restaurantes, hotéis, sempre observando possíveis situações de vulnerabilidade ou exploração sexual de crianças e adolescentes. A CIF tem uma eficiência muito grande pela grande quantidade de órgãos fiscalizando, sempre visando a segurança da população", disse o coronel.

 

Durante as abordagens, em um dos estabelecimentos, na rua Jonathas Pedrosa, foram encontradas seis porções de maconha, que foram apreendidas e encaminhadas para o 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 

Dez locais visitados receberam autuação. E a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) aplicou três interdições em equipamentos sonoros, por falta de licença para utilização, e um local foi interditado.

 

Rede de conscientização

 

Na ação, a Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc), realizou orientações e conscientização nos locais visitados. Como parte da operação, a secretária executiva da Sejusc, Leda Maia, destacou a atuação preventiva do órgão na operação.

 

"A Sejusc está participando da operação nacional de combate a exploração de crianças e adolescentes. Estamos atuando na conscientização dos pais, sobre o ambiente impróprio para crianças, atuamos também na fiscalização de menores em situação de exploração sexual ou vulnerabilidade, além de conscientizar os estabelecimentos sobre a venda de bebida alcoólica para menores”, disse a secretária.

 

Efetivo

 

Participaram da CIF, servidores da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), agentes da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Corpo de Bombeiros Militar (CBMAM), Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas - Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Sejusc, Semasc, Conselho Tutelar e Juizado da Infância e Juventude Infracional (Jiji).

0 comentário

Comments


bottom of page