Cheia do Solimões atinge 18 metros e já começa a afetar a área urbana de Manacapuru

Bairros como Biribiri e Correnteza já começam a ter casas atingida pela enchente, que este ano, tem indicativos de ser uma das maiores da história.


#nahora


Na manhã desta quinta-feira (25), a cheia do Rio Solimões, na região de Manacapuru, chegou a 18 metros, e já se configura como uma das maiores da história. O cheia deste ano, já está a 1m78c acima que o mesmo período do ano passado, e começa a afetar a área urbana da cidade.


As áreas mais baixas do Bairro de Correnteza e Biribiri, a água já começa a invadir os quintais das casas e algumas ruas também já começam a ter os sinais de enchente.



Na zona rural, produtores de juta e malva estão correndo contra o tempo para colher a produção e evitar maiores prejuízos, já que água já invade os campos de produção. Na comunidade Parque da Limeira, no Tuiué, a colheita está a todo vapor, e famílias de inteiras de agricultores se reúnem para acelerar o corte da malva, todo esse esforço para é não perder a produção com a chegada do rio.



0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Na Hora Fatos Portal de Notícias - Editor-chefe: Érisson Araújo