Casa Esperança é inaugurada em Manacapuru com café da manhã e show teatral das crianças do instituto

Abrigo do Instituto de Valorização a Vida (IVV), conta atualmente com 11 crianças e amplia a capacidade para receber até 20 pessoas de 0 à 18 anos.


#nahora Por Érisson Araújo


A manhã deste domingo (16), o sol brilhou de uma maneira diferente e irradiou amor, união e solidariedade, energias que alimentaram e encheram de esperança os corações das crianças do Instituto de Valorização a Vida, tudo isso porque o tão desejado sonho de viver em um lar harmonioso e confortável começou a se tornar realidade, já que nesta manhã foi inaugurada a Casa Esperança, localizada na Rua Gilberto Mestrinho, Bairro da Liberdade, esse será o novo lar das atuais 11 crianças que hoje estão no abrigo.


E para tal, não poderia faltar emoção, e foi assim durante a apresentação da Casa, onde as crianças encenaram seus sonhos, suas expectativas e através da arte demostraram o quanto tem de importância esse momento para eles.


Mas para chegar até esse momento, foram anos de luta, e dias de muitas dificuldades, como lembrou em seu discurso a mentora do instituto Ivanita Caldeira.


“Nós já passamos por tantos momentos de luta, vivemos três fases nesses mais de 10 anos que estamos nesta causa, tivemos o Ciren, onde trabalhamos no acolhimento das crianças desnutridas e fazíamos o trabalho de recuperação desses pequenos, depois tivemos a oportunidade de ter o IVV, que foi onde nós conseguimos agregar parceiros, pessoas que nos ajudaram e que até hoje nos ajudam para que esse terceiro momento fosse possível, isso aqui é um sonho de todos eles, um lugar melhor, com mais espaço, e tenho certeza que aqui serão muito felizes”. Disse Ivanita.

A Casa Esperança passa a integrar a Rede Acolher Amazonas, e foi justamente com o apoio da Rede que o sonho da nova casa se tornou possível, OSC’s (Organização da Sociedade Civil), que também integram a Rede Acolher contribuíram com várias doações. Como explica Magaly Araújo, coordenadora da Rede.


“A Rede Acolher são dezenove instituições e quase todas elas contribuíram com algo para que nós tivéssemos hoje a casa sendo inaugurada, desde sexta-feira que nós estamos aqui com uma equipe de 12 pessoas vindas de Manaus que estão mobilizadas ajudando em tudo, na limpeza, na pintura, arrumando tudo que for preciso”. Disse Magaly

A nova casa amplia a capacidade de atendimento para 20 pessoas de 0 à 18 anos e conta com 4 quartos, berçários e brinquedoteca, mas de acordo com Magaly, ainda tem muito para ser feito.


“Nós precisamos desse apoio da sociedade de Manacapuru, que nos ajude, pois ainda faltam camas, cômodas, falta melhorar a despensa, armários, prateleiras, cadeiras escolares, um bocado de coisas que talvez você tenha aí na sua casa e nem esta usando, e a gente vai reformar vai dar um colorido novo e pode usar novamente”. Completou Magaly

Durante a inauguração, as crianças da instituição fizeram uma dramatização falando sobre a confiança nos sonhos e desejo de dias melhores, um café da manhã foi servido aos presentes em seguida Magaly Araújo realizou uma palestra que falou sobre Apadrinhamento Afetivo, Família Acolhedora e Adoção.


Para ajudar a Casa Esperança você pode fazer sua contribuição diretamente na sede da Instituição, localizada na Rua Gilberto Mestrinho, Nº 1583 – Bairro da Liberdade e também pode ser fazer depósito no banco Bradesco, agência 3707, conta corrente 13091-5, CNPJ 13.523.495/0001-85.


0 comentário